quinta-feira, 25 de novembro de 2010

Coca - cola, neuromarketing,  branding e o mercado de natal.

Momento de insight no Weihnachtsmarkt 

São 3 da manhã aqui agora e amanhã às 10 eu tenho aula. Mas como promessa é dívida vou fazer meu post. A intenção do de hoje era falar sobre minha aula de screen design e colocar uns trabalhos aqui, mas deixo pra amanhã. Vou narrar um fato mais curto porém interessante pro pessoal da área de design. Aconteceu com o amigo de um amigo de um amigo meu. Mentira, aconteceu comigo e com a Carol hoje a noite no mercado de natal. He. =p

Fomos pro centro eu, a Carol, o George e o Lucas ( sim George Lucas) que são dois amigos nossos de Manaus e um amigo alemão deles que eu esqueci o nome pra ir no mercado de natal e tomar vinho quente. 

Agora pense em ambiente natalino: Europa, frio, neve, noite, luzes, coral, ruas limpas, pessoas elegantes e sorridentes, pista de patinação iluminada e uma rua larga cheia de paralelepípedos com um único Porsche vermelho estacionado. Sim, quase um sonho de natal tornado real. Quase. A coisa ficou completa quando passou um caminhão da Coca-Cola. Vermelho, grande e  iluminado, igual ao da propaganda. Ok. Você deve estar lendo e pensando " tá e daí?". Bom, pelo menos eu pensaria isso. É só um caminhão. Mas não é só um caminhão, e é aí que entra no neuro marketing. Não sei porque diabos, mas foi simultâneo: nós 4, os brasileiros, começamos a pular iguais a uns retardados no meio da rua e a gritar, "CAMINHÃO DA COCA, CAMINHÃO DA COCA!!!",  como se tivéssemos visto o próprio Papai Noel nos entregando a chave do Porsche vermelho " . E a tirar fotos. Bom, no mesmo segundo pensamos " por que diabos é tão emocionante ver um caminhão vermelho gigante escrito Coca  = cola?" e logo concluí: Não é só um caminhão.  A gente  cresce vendo todo o ano um monte de desgraça em todoos os típos de mídia que tem por aí, e aí chega todo o fim de ano e aparece aquela propaganda linda e pacífica e curiosamente instigadora de sonhos dando uma neutralizada em todo o resto,  com ursinhos polares, músiquinha mágica e caminhão grandão e ilumindado com o desenho de um papai noel sorridente  que vende sonhos. E de repende ele está ali, na sua frente, com a intenção de falar " ei, tua vida amorosa está um saco, teu salário dimniu, tua família não presta...mas eu estou aqui...com a neve e com o coral....e SIM, o sonho é real, porque simplesmente está ali no mesmo contexto imaginário da TV:com o coral, com a neve, com o momento feliz e com as luzes....








Enfim, eu acho isso fascinante. O Cérebro e a emoção.... e como eles são diariamente e constantemente afetados sem a gente conseguir racionalizar e se dar conta disso. E é aí que está a graça. Acho que um bom teste pra saber se vocÊ é mais emocional ou racional é testar sua tendência ao consumo. Com que tendência você se guia  pela vitrine, pela propaganda, pela tendência,  pelo atendimento, pelo ambiente da loja e pelo catálogo quando compra algo (mais Emoção) e até que ponto você leva mais em conta a  durabilidade, preço, custo benefício  sabor e pelo gosto pessoal (mais razão). Os dois não vale, estou falando de extremos, de escolha.

Inclusive me deu muita vontade tomar coca agora, se não tivesse -4 graus lá fora eu ia no prédio aqui do lado que tem na máquina por 1 EU!.

Quer fazer um teste de sensação? clica aqui =D http://www.youtube.com/watch?v=qzI-YSSAoGc

terça-feira, 23 de novembro de 2010

Gambiarraktion 

Vida de estudante, pra tudo dá-se um jeitinho



Depois de três master gambiarras européias que eu participei/presenciei essa semana , me vi obrigada a fazer um postzinho sobre.

Bom, outro país, outra culltura outro sistema. As gambiarras  do dia são todas relacionadas ao sistema lavagem e secagem de roupas! Negócio é o seguinte, tem que por a roupa na secadora, e às vezes pra economizar uma galera compra varal, algumas penduram no aquecedor (eu) e algumas secam de fato na secadora encolhedora de roupas.

Há um tempo atrás fui lavar roupa com a Carol. Funciona assim. Agente vem no meu prédio e junta as roupas coloridas e põe numa máquina que engole 1.50. Vai no prédio dela e põe as roupas brancas e a maquina engole mais 1.50. E depois mais duas máquinas de secagem de também 1.50 cada. Resumindo, ficava caro, então lá foi, gambiarra número um da idéia de gênio da favelada aqui: vamos fazer caber todas as roupas numa secagem só. Esquema: dobrar uma por uma.




Bom, funcionou. 1,50 enconomizados.

 Agora o genial foi sábado voltando da aula de After Effects. Um varal - cabide improvisation totales no ventinho no prédio do vizinho. A roupa já fica passadinha e no cabide! Só por no armário, e ainda toma um solzinho maroto. Sério, por isso tem tanto engenheiro esperto nesse país.




Gambiarra número três: tensa, nada criativa e levemente bizarra que ocorreu hoje e me inspirou o post. Cúmulo da necessidade (ou da preguiça porque tem tanque lá embaixo) Não tem tanque em casa, então como faz pra lavar pano de prato e o pano de chão? bom, a a chinesa ou a turca aqui de casa (não sei quem foi a responsável pela obra prima) arrumaram a solução: coloque os panos de prato na pia do banheiro e deixe de molho e em seguida mate de susto sua flatmate quando ela quiser ir bem tranquilinha escovar os dentes.



O pior é que eu nem fiquei brava, comecei a gargalhar....coisas que se aprende morando no exterior: ou se adapta à sociadede nova e às milhares de novas culturas que estão te rodiando sorrindo, ou não sobrevive. Ou sobrevive. Tediosa, paranóica,  emburrada e limitadamente =]

E bora dormir, que amanhã vou trabalhar até doer os cílios. =p

domingo, 21 de novembro de 2010

Eu pfando, tu pfandas e a gente economiza! 

Conservação da Natureza: cada um faz o seu, e ganha em troca.

Primeiro de tudo: não, eu não abandonei o blog. Vergonha de mim por postar tão pouco, mas quando eu digo que falta tempo não é migué ou enrolação, eu realmente não fico em casa, e quando eu fico estou fazendo mil trabalhos. Mas agora tenho uma meta e com todos os leitores como testemunha. Post um dia sim - um dia não, a não ser que eu esteja viajando. Assunto é o que não falta, isso eu garanto.

Então, post curto porém legal de hoje. Uma coisa que eu amei aqui assim que eu cheguei é o sisteminha de Pfand! Já comentei sobre isso em um dos primeiros posts, quando eu disse que quando você vai às festas paga a mais (uma média de dois euros) pela bebida e ganha uma fichinha, essa fichinha você devolve depois com a garrafa ou copo vazios e ganha o dinheiro de volta. 

Bom, no supermercado também tem esse esqueminha. Você acumula garrafas de plástico ou de vidro e pode devolve-las na máquina de Pfand do supermercado.A máquina emite um papelzinho quando você termina de devolver todas as garrafas com um valor que você pode pegar de volta em dinheiro no supermercado ou ganhar de desconto nas compras do respectivo supermercado. Geralmete umas 6 garrafas dá em torno de 1,50. Dá pra comprar muito macarrão.

Os brasileiros vão fazer uma Pfand party. Juntaram milhares de garrafas e o dinheiro que der de devolução vão gastar em cervejas novas pra uma festa. Legal né?

Fui fui que a semana vai ser longa.

Carol "Pfandando







sexta-feira, 19 de novembro de 2010

O Mensa 

O Restaurante Universitário daqui

Na Alemanha também tem RU!!porém - contudo não custa 1.50 reais como no Brasil, mas tem bem mais opções.


ComidaStudentGuestFood additive

Sopa

0,300,40None

Refeição no prato

2,204,007

Refeição

2,003,80None



Premium line

3,704,70None

Fast sellerBio Linsen mit Saiten

1,903,70None





Veg

0,701,00None

Sobremesa

0,701,00None




O sistema é o seguinte, você entra nesse site aqui e vê o menu do dia e os preços. Na hora que chegar lá já entra na fila certa. Eu acho barato pelo fato de a comida ser bem gostosa, ter muita opção e ser prático, já que fica do lado da faculdade. Só que só compensa se pegar só um prato principal, porque se você adicionar uma bebida, uma sobremesa, uma batatinha e uma sopinha já totaliza uns 5 ou 6 euros, o que definitivamente é caro na minha opinião. 

Eu como lá às segundas-feiras porque é o dia que tenho aula cedo e a tarde. É legal e no andar debaixo tem uma cafeteria onde o povo come estudando. Sim, é uma cafeteria bem aconchegante, com iluminação e mesas legais, e em plena 1 hora da tarde a galera está sentada em grupos com o notebook de um lado e o prato do outro. É, german way of life.

Por fora



Murais



Suche Zimmer: Procura-se quarto. Mural bonito.


                                



O SONHO:  terminar de comer e colocar a bandeja numa esteira, não tem que ficar batendo.

Cafeteria

segunda-feira, 15 de novembro de 2010


Don´t Panic! 

Snowboarding, música ótima e a melhor festa da vida.

Desde que eu tenho meus 12 anos de idade eu amava virar noites assistindo campeonatos de snowboard na ESPN ou na SPORTV. Eu sempre senti alguma coisa forte e boa que ainda não sei explicar em relação a esportes radicais praticados com prancha (surf, snow e skate), coisa de olhar, admirar, idealizar e se arrepiar com o comportamento e estilo de vida do tipo de pessoas que praticam esses esportes. Tanto que a vontade de aprender a surfar teve um peso grande na minha decisão em fazer faculdade em Floripa.

Em São Paulo dava pra sentir bem o lifestyle do skate, em Floripa dava pra ver bem o comportamento dos surfistas, e nessa festa eu definitivamente me senti em alguma festa daqueles reallity show da mtv que são em montanhas de snow. As pessoas, os telões, as músicas, a energia. Foi absurdamente boa.

O nome da festa é DON´T PANIC. E foi depois da dita cuja que eu perdi a minha bolsa. Mas tudo bem, foi encontrada e a festa foi excelente.

A Don´t Panic é uma festa que viaja pela Europa promovendo o dvd do ISENSEVEN: Um grupo de profissionais de Snowboard que, pelo o que eu fucei na internet, começou em Munique. 

A festa estava absurdamente lotada, não podia mais entrar, eu e a Carol conseguimos no jeitinho brasileiro de não desistir nunca, mas umas 300 pessoas ficaram pra fora. Custou 8 EU. A festa começava às 11:30 com a apresentação do DVD, e quem quisesse comprar estava disponível online e estava disponível na festa também (20 EU).  O DVD é ótimo, edição maravilhosa, são vídeos do dia - a - dia dos caras e alguns até com teasers com as  interpretações feitas pelos próprios snowboarders. A galera ficou toda parada em pé assistindo e depois que acabou o filme começou a festa. 

Olha, um fato.  EU ODEIO REMIX. Sério, muito difícil, na minha oipinião, uma música remixada não ficar um lixo. Mas os DJs da festa mandavam muito bem, entendiam da coisa mesmo. O nomes dos benditos-melhores-Djs- do mundo (na minha opinião por sinal bem desentendida em relação ao tema "dj´s" mas com o mínimo de bom senso pra identificação de música com qualidade e música sem qualidade) é DRUNKEN MASTERS. Os caras tocaram de música de abertura do O Rei Leão, a MGMT, Marilyn Manson, Guns and Roses, Nirvana. Repertório absurdamente eclético, mas com o tipo de música que marcou alguma época e que são nostálagicas pra qualquer criatura que tenha entre 20 e 30 anos. Tudo com uma remixagem excelente, bem arranjada e combinada. Tinham VÁRIAS, músicas que eu nunca tinha ouvido na vida que eu já estava surtando de vontade saber os nomes de tão boas que eram.

O estilo das pessoas: Gente bonita, muito bonita. Gente estilosa. Muito estilosa, Tênis, piercings, casacos, gorros (sempre com a franja pra fora) e bonés ( inclusive muitas meninas bem vestidas e bonitas usando boné pra trás). E todo mundo dançando. Coisa legal daqui: Ninguém sabe dançar, niguém tem o jogo de cintura do brasileiro, mas todo mundo segue o lema " dance like no one´s watching", sério, nunca vi alguém parado com o braço cruzado numa festa aqui. E essa coisa de ficar andando pra lá em pra cá ao invés de curtir a festa também é raro. 

Mais um fato da Cultura alemã: Cada coisa com sua função (isso já vem da lígua, cada palavra tem um significado só, por isso têm tantas palavras aqui), ou seja:  festa = dançar. E esta foi a que eu mais levei esse lema ao extremo. E não comprei nem cerveja, a música estava tão boa que não rolava ficar parada em fila!

E claro, estou me coçando pra começar a nevar logo e poder fazer snow =D































Isenseven vídeos (perfeitos)http://www.youtube.com/watch?v=BwXwwA7d4Hw



Facebook dos Drunken Masters: http://www.facebook.com/drunkenmasters


Colaboradores